As despesas com o gás, a água e a eletricidade consomem cada vez mais uma grande parcela do  orçamento familiar.

Poupar, ou seja, gastar menos gás, tal como eletricidade e água é possível e sem que se verifiquem grandes sacrifícios.

 

Se gastar menos é benéfico para a nossa carteira, porque vemos a fatura do gás diminuir, mas também é positivo para o ambiente porque reduzimos, de forma significativa, a emissão de gases com efeito de estufa. Assim, existem alguns comportamentos que permitem gastar menos,  sem colocar em causa o conforto da família, com o objetivo de maximizar a poupança.

 

Poupar gás é uma necessidade! Para si e para o Planeta!

Dicas para gastar menos g√°s na cozinha

Prepare previamente os alimentos: Antes de acender o fogão ou o forno a gás tenha tudo preparado: legumes cortados, o peixe ou a carne devidamente temperada. Este comportamento permite gastar menos gás.

 

Escolha o ‚Äúbico‚ÄĚ do fog√£o adequado ao tamanho da panela: ¬†adeque o tamanho dos recipientes¬† ¬†¬†aos bicos do fog√£o , pois vai ajudar a evitar desperd√≠cio de energia.

 

Tape as panelas:  Para acelerar a fervura, o melhor é usar uma tampa, assim conserva o máximo de calor, reduzindo assim a necessidade de usar mais gás.

 

√Āgua certa para a fervura:¬†evite usar mais √°gua do que a necess√°ria. Quanto mais √°gua colocar na panela mais tempo vai demorar a ferver, logo estar√° a consumir excesso de g√°s.

 

Reduza o lume quando começar a fervura: quando estiver a ferver pode reduzir a intensidade da chama.

 

Use a panela de pressão:  é uma boa opção, uma vez que necessita de menos gás para cozinhar os alimentos mais rapidamente. A sua utilização permite uma poupança energética que pode chegar aos 15%.

 

Não esteja sempre a abrir e fechar o forno: Evite abrir a porta para verificar se os alimentos estão cozinhados. Sempre que o fizer está a desperdiçar até 20% da energia.

 

Dicas para gastar menos gás na casa de banho

O banho é duche: os banhos de imersão, apesar se apetecíveis,  significam um consumo de água e gás insustentável. Deve optar antes por um duche rápido é mais ecológico e a sua carteira agradece.

 

O duche deve ser r√°pido: Claro que depende de cada um, mas o objetivo deve tomar banho em menos de 10 minutos pode reduzir em cerca de 6% a sua fatura de g√°s natural.

 

Desligue a √°gua enquanto se estiver a ensaboar: poupar√° g√°s e √°gua. √Č um consumo ajustado √† sua carteira e ao Planeta.

 

Diminua a temperatura da água no esquentador: No Verão, diminua a temperatura da água no esquentador. Não deve ligar a água fria na misturadora para reduzir a temperatura da água, se o fizer só irá gastar mais água.

 

Desligue o esquentador:  Se o seu esquentador não liga automaticamente e não o utilizará durante longos períodos,   por exemplo quando sai de casa de manhã e antes de se deitar,  desligue-o.

 

Dicas para gastar menos gás na climatização

Deve  isolar:  Dentro de casa é importante calafetar portas e janelas, ou ainda, colocar uma caixilharia eficiente e vidros duplos. Uma casa bem isolada mantém o frio ou calor  lá fora e assegura que a temperatura interior não escape, eliminando o uso excessivo do sistema de aquecimento ou arrefecimento.

 

Não exagere nas temperaturas:  Ligue o sistema de climatização  apenas nos espaços em que estiver presente e com as temperaturas o mais amenas possível.

 

Tome nota: diminuir o consumo de gás implica mudanças de comportamentos que ajudam a economizar e, ao mesmo tempo, a proteger o ambiente

 

Quer mais informação sobre esta temática?

Fale com os especialistas do Gabinete de Prote√ß√£o Financeira atrav√©s do n√ļmero¬†213 710 238, ou envie-nos as suas d√ļvidas para o¬†e-mail¬†¬†protecaofinanceira@deco.pt