O PARLAMENTO APROVOU PROJETOS QUE RECOMENDAM MEDIDAS PARA A REDU√á√ÉO DO DESPERD√ćCIO ALIMENTAR. NO ENTANTO, A DECO REFOR√áA A NECESSIDADE DE IMPLEMENTA√á√ÉO DE SOLU√á√ēES ADICIONAIS PARA PROTEGER OS CONSUMIDORES.

A prevenção é um dos caminhos para reduzir as perdas e o desperdício alimentar. Nesse sentido,  a Associação defende que é importante aumentar os níveis de consciencialização sobre o problema, através de campanhas de comunicação e sensibilização acessíveis, simples e friendly junto de todos os intervenientes da cadeia de abastecimento alimentar, com base num verdadeiro plano de ação e formação para a literacia no combate ao desperdício alimentar.

Levantamento de Necessidades Locais

A DECO defende que deve haver um reforço do levantamento das necessidades sentidas a nível local, de forma a perceber quais as medidas necessárias uma vez que o seu sucesso passará pelo grau de envolvimento dos cidadãos com o respetivo Município.

Neste sentido, torna-se essencial disseminar as principais vantagens do consumo local, nomeadamente, a preservação da identidade das marcas e a sustentabilidade da economia local, sem esquecer que a proximidade entre os pontos de produção e de consumo reduzem a pegada ecológica dos alimentos, contribuindo para a neutralidade carbónica.

Sistemas de compostagem para todos

A DECO considera que deve ser refor√ßada a dissemina√ß√£o de sistemas de compostagem comunit√°ria em contexto urbano em fun√ß√£o dos benef√≠cios ambientais e sociais que estes geram, como seja a redu√ß√£o da quantidade de res√≠duos org√Ęnicos depositados em aterro, a produ√ß√£o de adubo natural e o fortalecimento das rela√ß√Ķes de vizinhan√ßa.

Gostaria de partilhar o seu contributo? Fa√ßa-nos chegar os seus coment√°rios e/ou quest√Ķes atrav√©s do nosso formul√°rio de contacto.